sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

"As Horas"


Virginia Woolf teria sido tão perturbada mentalmente quanto Nicole Kidman transpareceu ser ao encarnar a personagem da escritora, morta nos anos 40? Provavelmente sim ou até mais. Virginia Woolf e sua literatura enigmática são o cimento que enlaça estórias e história no filme As Horas.

O filme foi baseado no livro de mesmo nome, do autor contemporâneo e fã assumido de Virginia Woolf, Michael Cunningham.A obra é dividida em três épocas diferentes: anos 20, no qual ele descreve o que seria a vida turbulenta da escritora, anos 40 onde entram os personagens meramente fictícios, encabeçados pelo personagem Laura Brown (Julianne Moore), uma dona de casa insatisfeita com a vida morna que leva; e finalmente os anos 2000, tendo como representante principal Clarissa Vaughan (Meryl Streep), personagem inspirada na Mrs. Dalloway, essa criada por Virginia na vida real, em livro de mesmo nome.

No filme, que segue à risca tal divisão e todo o enredo do livro, misturando realidade biográfica e ficção, vê-se atuações magníficas das três atrizes principais. Nicole Kidman levou o Oscar de Melhor Atriz por seu papel em As Horas. É impressionante também a interpretação de Ed Harris, que faz o papel de um homossexual aidético, melhor amigo e ex-amante de Clarissa. Ele, não por acaso, chama-a de Clarissa Dalloway. Nessa perspectiva, começamos a perceber que as três histórias estão interligadas de alguma forma. Onde entraria, em meio a primeira e a última estória, a ligação de Laura Brown com a vida de Woolf, de Clarissa ou de Richard (Ed Harris)? O filme, sutilmente, responde essas perguntas.

Dirigido com a sensibilidade típica de Stephen Daldry (diretor de Billy Elliot e de O Leitor), As Horas é um filme sobre amor, desespero e consequências. Mostra, de forma inteligente e dramática, como algo escrito em uma época pode influenciar ou retratar, de alguma maneira, a vida de pessoas que pareciam não ter nada a ver com aqueles escritos, pois vivem em contextos completamente diferentes, pelo menos na aparência.

Trailer


Nota da Val: 10/10

#Título Original: The Hours
#EUA, 2002
#115 minutos
#Diretor: Stephen Daldry

2 comentários:

RobertoLBarricelli disse...

Boa Noite, Valéria

Sou do site www.outroladodanoticia.net

Buscamos por blogueiras/os com interesse em escrever para editorias do site e ter seu blog e perfil divulgados.

Caso tenha interesse entre em contato no robertobarricelli@outroladodanoticia.net

Grato,

Atenciosamente,

Roberto L. Barricelli

Pseudokane3 disse...

Então, sou o Wesley do Filmow...

Este filme é belíssimo, mas incomoda bastante (por dentro e por fora)

Li recentemente MRS. DALLOWAY e, sim, ouso dizer que a autora é perturbada daquele jeito mesmo!

WPC>